"Coração Negro" estreia no Pico


É o filme português mais aclamado do momento. Gravado integralmente na ilha do Pico, estreia no Auditório da Madalena, com a presença de Rosa Coutinho Cabral, realizadora desta longa-metragem, realizada com o apoio do Município da Madalena, e que conquistou já os quatro cantos do mundo, arrecadando uma mão cheia de prémios, nomeadamente o de melhor realizador no famigerado Krajina Film Festival 2017.

O Auditório da Madalena vai receber este sábado, dia 18 de novembro, pelas 21h30, a estreia do filme Coração Negro, trazendo à ilha o melhor do cinema português, com esta longa-metragem totalmente gravada no Pico e que conquistou já milhares de cinéfilos em todo o mundo.

Realizado pela cineasta açoriana Rosa Coutinho Cabral, Coração Negro conta a história de um casal que constrói uma casa na ilha do Pico. À medida que avança a construção, a relação destrói-se, sendo esta contradição a base da estrutura do filme, que se estreou em maio, no Festival IndieLisboa, e já conquistou diversos prémios nacionais e internacionais, nomeadamente o Melhor Argumento, no ARFF Internacional Film Festival (Amesterdão) e a Melhor Música, no MED Film Festival (Itália).

Com a interpretação de Maria Galhardo, João Cabral e Miguel Borges, o filme foi ainda distinguido na Califórnia, pela excelente interpretação das personagens principais, merecendo o galardão de melhor ator e melhor atriz dramáticos, no Best Actor Film Festival.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Cine Atlântico - Mostra de Cinema Português Mar e Ilhas

O Cine Atlântico homenageia o realizador António de Macedo

Cine-Atlântico arranca quinta-feira com nove filmes portugueses