5ª Sessão da Extensão CINE'ECO // 20 Março 21h00 | Observatório do Ambiente dos Açores

5ª sessão da Extensão aos Açores | Terceira
do Festival Cine’Eco|Seia

Os documentários A Bordo do Noruega e Uma Cidade Bipolar, são os filmes que o Cine-Clube da Ilha Terceira, o Observatório do Ambiente dos Açores e Os Montanheiros, numa parceria com o Festival Cine’Eco|Seia, com a colaboração da Sociedade Filarmónica Recreio dos Artistas, apresentam na 5ª sessão da extensão do Festival Cine’Eco | Seia do corrente ano à ilha Terceira, que ocorre na terça-feira, dia 20 de março, pelas 21h00, no Observatório do Ambiente dos Açores (antiga Casa do Peixe), em Angra do Heroísmo.

A Bordo do Noruega (On board of Noruega), de Aurora Ribeiro, (Portugal), 2016, 30’ (RTP Açores), ficamos a saber que o ‘Noruega’ tem quase 40 anos. Navegar neste navio de investigação é viajar em várias direcções do conhecimento: pelo espaço, pelo tempo, pela ciência, entre dificuldades e instrumentos. O filme é uma curta crónica de uma campanha oceanográfica, de Lisboa à Madeira, para estudar os montes submarinos Gorringe e Seine.

Uma Cidade Bipolar (Longyearbyen, Ville Bipolaire), de Manuel Deiller, (France), 2016, 56’, Menção Honrosa Competição de Curtas-Metragens Internacionais, Documentários e Reportagens para Televisão, leva-nos à cidade norueguesa de Longyearbyen, localizada no arquipélago de Svalbard, no Ártico, onde se extrai carvão há mais de cem anos como fonte energética e económica da população, e revela-nos muitos paradoxos ambientais na vida da comunidade. Em 2015, ano de eleições autárquicas, os preços do carvão cairam, e a questão do desenvolvimento sustentável começou a surgir nas mentes dos seus habitantes. De acordo com alguns cientistas, políticos e moradores da cidade, Longyearbyen está a enfrentar uma corrida contra o tempo e contra si própria.
Estes dois filmes/documentários integram a 5ª sessão da Extensão aos Açores | Terceira do Festival Cine’Eco|Seia, que também decorrerá nas ilhas de São Miguel, São Jorge e Faial, em resultado de uma parceria entre o Cine-Clube da Ilha Terceira, a Câmara Municipal de Seia e instituições locais. Todas as sessões são sempre de entrada livre.


Na Terceira, ao longo das próximas terças-feiras, até ao dia 1 de maio, terão lugar sessões, divididas entre a sala de cinema da Sociedade Filarmónica de Instrução e Recreio dos Artistas, o Observatório do Ambiente dos Açores (na antiga Casa do Peixe) e Os Montanheiros encontrando-se a programação detalhada disponível em https://www.facebook.com/cineclubeilhaterceira, http://oaa.centrosciencia.azores.gov.pt ou http://www.montanheiros.com.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Cine Atlântico - Mostra de Cinema Português Mar e Ilhas

O Cine Atlântico homenageia o realizador António de Macedo

Cine-Atlântico arranca quinta-feira com nove filmes portugueses